Metodologia de Trabalho – A Equoterapia possui três programas básicos de trabalho:

  • Hipoterapia
  • Educação / Reeducação
  • Pré-Esportivo

Esses programas possuem características diferenciadas em função das necessidades e potencialidades do praticante e são realizados pela equipe técnica constituída de profissionais das áreas de saúde, educação e equitação, atuando de forma interdisciplinar.

As principais atribuições da equipe são:

  • Avaliar cada praticante antes do início do tratamento;
  • Estabelecer os objetivos do tratamento para cada praticante e planejar as atividades a serem desenvolvidas;
  • Conduzir as sessões de equoterapia, seguindo o plano proposto;
  • Reavaliar periodicamente, o desenvolvimento de cada praticante, para eventual modificação do programa;
  • Zelar permanentemente pela segurança do praticante.

Estratégias metodológicas:

Hipoterapia:

Pelo estudo de caso feito pela equipe técnica, é definida a sua atuação nesse programa que terá os seguintes objetivos:

  • Estimular o desenvolvimento das habilidades motoras básicas e qualidades físicas básicas, promovendo momentos importantes de alongamento em solo e com os praticantes montados, bem como a realização de atividades lúdicas;
  • Desenvolver nos praticantes, a consciência de suas limitações, necessidades e potencialidades.

O cavalo é usado como agente cinesioterapêutico.

 

Educação / Reeducação:

Com a descoberta e a interação consciente do praticante com o cavalo, seguem-se os seguintes objetivos:

  • Desenvolver habilidades e qualidades físicas;
  • Introduzir e reforçar aprendizagens pedagógicas;
  • Estimular a capacidade de atenção e concentração;
  • Desenvolver e estimular autonomia na condução e no trato com o cavalo.

O cavalo atua agente pedagógico.

Pré-esportivo:

Frente os resultados alcançados, a equipe técnica realiza o estudo de caso e define sua atuação nesse programa com os seguintes objetivos:

  • Fortalecer as funções psicomotoras;
  • Ampliar consciência quanto a segurança;
  • Estimular a capacidade de atenção e concentração;
  • Estimular a socialização;
  • Ampliar o conteúdo das modalidades equestres propostas e graduá-las de forma didática.

O cavalo é utilizado principalmente como agente de inserção social.

About the author : André Sales